Falta um ano para a Copa da Rússia. Já começou a se programar?

Turismo
Typography

Falta um ano para a realização da Copa do Mundo da Rússia e, para quem pretende assistir de perto os jogos, é melhor começar a planejar a viagem com antecedência, preferencialmente ainda em 2017.

 

 Segundo a operadora de viagens CVC, quanto antes o turista comprar passagens aéreas e reservar hotéis, mais chances terá de pagar barato, podendo inclusive economizar para adquirir ingressos e passeios posteriormente, mais próximo do evento. E em se tratando de Rússia, opções de passeios não vão faltar!

Esta é a primeira vez que a Rússia será anfitriã do mundial de futebol e terá 11 cidades-sede. O campeonato será disputado entre 14 de junho e 15 de julho de 2018.

Em preços pesquisados em 14/07/2017, a passagem aérea de ida e volta para Moscou, com saída de São Paulo, está saindo a partir de R$ 3.941 por pessoa, em classe econômica, na CVC. A tendência é que os preços fiquem mais caros conforme a proximidade do dia da viagem.

Isso vale também para a hospedagem na Rússia. Uma pesquisa feita na mesma data em hotéis parceiros da CVC em Moscou revela diárias a partir de R$ 98,19, na região central da cidade. Já uma busca por hotéis em São Petersburgo indicam preços de diárias a partir de R$ 148,58, também em apartamento duplo.

Confira abaixo outras dicas dos especialistas da CVC.

Transporte

Em Moscou, a melhor maneira de se locomover é por meio de transporte público. O metrô da capital russa é eficiente, mas é preciso um certo jogo de cintura para entender a sinalização devido ao idioma que usa o alfabeto cirílico. Uma dica importante é ter sempre aplicativos de transporte local à mão como o “Metro Moscou Mapa”, com mapa e nomes de estações em português, ou contratar serviço opcional oferecido por agências como a CVC, que oferece ao turista duas possibilidades: de viajar com assistência de guia especializado na região e que fale português (exclusivo para as viagens em formato de Circuitos) ou inglês (que pode ser contratado para suporte nos principais passeios).

E se o assunto é viajar entre cidades, existem duas opções: trem ou avião. As passagens aéreas costumam ser mais baratas do que as de trem, mas os aeroportos ficam distantes dos centros. Os valores das passagens de trem na Rússia variam conforme o dia e o tempo de viagem. Os estádios de Moscou e São Petersburgo ficam longe do centro e, por isso, a dica é ir para os jogos de metrô e trem, pagando cerca de R$ 10.

Uma das vantagens é que Moscou e São Petersburgo são ligadas por um trem-bala que percorre a distância entre as duas cidades em cerca de 4 horas. Quanto aos táxis, na Rússia esse tipo de veículo não têm taxímetro e é preciso negociar o valor com o motorista (em russo!). Vale utilizar aplicativos como Uber, GetTaxi ou Yandex Taxi para evitar exploração nos preços das corridas.

Uma das alternativas é alugar um carro para os deslocamentos. Nesse caso, a carteira de motorista brasileira tem validade no país europeu (mas deve ser traduzida para o russo e autenticada em consulados da Rússia no Brasil) ou ter a carteira de habilitação internacional. A reserva da locação do carro pode ser feita no Brasil, nos agentes credenciados da CVC.

Alimentação

A culinária russa é vasta e repleta de sabores. Aproveite a viagem para conhecer pratos típicos como a Borsh (sopa com beterraba), kotleti (bolinho de carne moída), blini (panqueca), Salada Olivier (salada russa no Brasil) e o Frango à Kiev (peito de frango desossado e recheado). Quanto às bebidas, não saia da Rússia sem provar a autêntica vodka e a cerveja báltica. Se preferir as bebidas sem álcool, fique com o Kvass, um refrigerante à base de trigo. Nas grandes cidades é fácil encontrar opções de restaurantes de culinária internacional, além de especializados em comida italiana, japonesa e ucraniana. Existem restaurantes para todos os tipos de bolsos, desde os mais sofisticados até os fastfoods.

Clima

Quando pensamos em Rússia, a primeira coisa que nos vem à cabeça é neve e muito frio. Mas durante a Copa do Mundo o país estará em pleno verão. Isso não quer dizer que você encontrará o calor escaldante com o qual estamos acostumados, mas sim temperaturas máximas de 25°. Fique atento às grandes variações de temperatura em um mesmo dia e sempre tenha um casaco a tiracolo!

Ingressos

Os ingressos para os jogos da Copa só estarão disponíveis após a Copa das Confederações, no segundo semestre de 2017. A venda será exclusivamente pelo site oficial da Fifa. Serão 3 categorias disponíveis para os torcedores (uma categoria especial será vendida somente para torcedores russos).

Dicas importantes

Voos com escalas - Não há opções de voos diretos para Moscou a partir do Brasil, então um voo longo será inevitável, com conexões na Europa ou Estados Unidos. O tempo de viagem fica entre 13h e 16h, em voos com apenas uma parada.

Visto - Brasileiros não precisam de visto para entrar na Rússia durante um período de 90 dias, sendo necessário apenas passaporte válido.

Telefonia - Assim que desembarcar no país compre um chip de telefone russo, evitando gastos com serviço de roaming e usar para os aplicativos.

Moeda - A moeda utilizada no país é o Rublo Russo.

Fuso horário - A Rússia possui, no total, 11 fusos horários diferentes. As sedes da Copa do Mundo ficam concentradas apenas em quatro deles: Caliningrado, está 5 horas à frente do Brasil; Moscou, São Petersburgo, Níjni Novgorod, Kazan, Saransk, Rostov, Sochi e Volgogrado, estão 6 horas à frente. Samara fica 7 horas adiante e Iecaterimburgo, 8 horas.

Dicas de Passeios pela Rússia:

Entre um jogo e outro, não vai faltar oportunidades para fazer passeios inesquecíveis pelas cidades-sede. A começar por Moscou, a capital russa, cujo principal ponto turístico é a Praça Vermelha, onde ficam ícones como a colorida Catedral de São Basílio, o Kremlin e o Mausoléu de Lenin. Aproveite e conheça o belo Teatro Bolshoi, sede da famosa companhia de balé, além das catedrais da Assunção e a de Cristo Salvador.

Em São Petersburgo, a ex-capital do Império Russo, o luxo e a riqueza dos antigos czares pode ser visto em cada canto da cidade. Igrejas majestosas como as catedrais de Santo Isaac, de Santo Nicolas e a Igreja do Sangue Derramado impressionam com sua arquitetura rica e cheia de cor. Entre os museus, o destaque fica para o Hermitage, com 5 edifícios interligados e mais de 3 milhões de obras de arte. Não deixe de visitar o Forte de São Pedro e Paulo, fundado em 1703 e que abriga a Prisão de Trubetskoy e o Museu da Exploração Espacial.

Explore outras cidades

A cidade de Kazan, que vai sediar 6 jogos do Mundial, é uma das mais antigas da Rússia e possui construções milenares e muralhas. Níjni Novgorod, cidade que fica próxima à capital, possui um zoológico e o monastério Pechersky Ascension. Já Saransk, fundada em 1641, conta com diversos museus: Museu da Cultura Folk de Mordóvia, o Kraevedcheskiy e o Museu de Arte Fina S.D. Erzia, além do parque Gorodskoy.

Caliningrado, localizada fora do território russo, a cerca de 600 km do resto do país – fica no litoral, com belas praias. No entanto, mesmo no verão as temperaturas não ultrapassam 20°C.  Por fim, Iecaterimburgo é a única das cidades-sede que fica na Ásia. É conhecida por ser palco da execução da família Romanov durante a revolução bolchevique, no local onde hoje é a Igreja do Sangue.

Crédito do conteúdo acima: “Blog Dicas de Viagem / CVC Viagens”

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS
e-max.it: your social media marketing partner